domingo, 14 de junho de 2009

Inominados

Algumas pessoas me perguntaram e acho oportuno esclarecer porque os trabalhos não levam os nomes de seus respectivos autores, exceto alguns da primeira postagem, que teve a função de criar uma espécie de roteiro da performance.
Optei por não vincular produtor e obra para evitar a contextualização que poderia comprometer o espírito da ação. Digo, se eu atribuísse nomes, os que já trabalham com arte ou fotografia estariam cumprindo sua função, e a proposta é revelar o artista improvável, que se cria no improviso.

2 comentários:

dogyogue disse...

Se a idéia já era legal, com o blog tornou-se mais ainda, pois possibilitou-a perene. Alem de podermos apreciar o resultado, nos dá saudade daquela reunião.

Sandra R.S. Baldessin disse...

É verdade, André! Tava ótimo, né?

Besitos